Sexta, 24 de Junho de 2022
29°

Poucas nuvens

Barreirinha - AM

Dólar
R$ 5,24
Euro
R$ 5,53
Peso Arg.
R$ 0,04
Segurança Amazonas

Corpos de indigenista e jornalista britânico que estavam desaparecidos são encontrados no Vale do Javari

Uma força-tarefa composta pela PC-AM e demais forças de segurança foi montada para elucidar o caso

16/06/2022 às 08h57 Atualizada em 17/06/2022 às 10h12
Por: Redação Fonte: Secom Amazonas
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Nesta quarta-feira (15/06), os corpos do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, que estavam desaparecidos desde o dia 5 de junho deste ano, foram localizados na comunidade indígena do Vale do Javari, localizado no município de Atalaia do Norte (a 1.138 quilômetros de Manaus).

Uma força-tarefa composta pela Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Polícia Militar do Amazonas (PMAM), juntamente com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), coordenada pelo secretário Carlos Alberto Mansur, Polícia Federal (PF) e demais forças de segurança, foi montada logo após as autoridades tomarem conhecimento do desaparecimento.

O delegado Guilherme Torres, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI) da PC-AM, destacou que desde o desaparecimento, todas as equipes policiais trabalharam incansavelmente para localizar as vítimas, bem como encontrar os envolvidos.

“Hoje apresentamos o resultado dessa investigação. Conseguimos encontrar os corpos, e prender os envolvidos nesse crime extremamente brutal. Isso só foi possível devido aos esforços somados junto às forças de segurança”, enfatizou Torres.

Investigações

No dia 6 de junho, a PC-AM iniciou as investigações em relação ao desaparecimento, realizando oitivas e diligências pelas localidades adjacentes ao Vale do Javari. No dia posterior (07/06), Amarildo da Costa de Oliveira, 41, conhecido como “Pelado”, foi preso em flagrante com munições de uso restrito, e passou a ser investigado por envolvimento nos desaparecimentos.

No dia 9 de junho, foram encontrados vestígios de sangue em uma embarcação de propriedade de Amarildo, e no dia 10, um material orgânico, aparentemente humano, foi encontrado próximo ao porto do município. O material foi recolhido e enviado para Manaus, onde passou por perícia.

Em continuidade aos trabalhos investigativos, na terça-feira (14/06), a PC-AM, com apoio da PF, cumpriu mandados de busca e apreensão em nome de Oseney da Costa de Oliveira, 41, conhecido como “Dos Santos”. Ele é irmão de Amarildo, e também é apontado como suspeito de participação no caso.

Segundo informações da Polícia Civil, ainda na terça-feira, Amarildo foi novamente ouvido e confessou o crime, indicando inclusive onde estava a lancha, bem como os corpos das vítimas. O indivíduo conduziu os policiais ao local, onde os corpos foram localizados

O delegado Alex Perez, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Atalaia do Norte, está conduzindo o Inquérito Policial (IP) sobre o caso.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias