Sexta, 24 de Junho de 2022
29°

Poucas nuvens

Barreirinha - AM

Dólar
R$ 5,24
Euro
R$ 5,53
Peso Arg.
R$ 0,04
Saúde Leite Materno

Dia Mundial de Doação de Leite Humano: mãe destaca importância desse ato de amor e solidariedade

Leite doado é pasteurizado e submetido a rigoroso controle de qualidade, no BLH, antes de ser disponibilizado ao recém-nascido

19/05/2022 às 10h36 Atualizada em 19/05/2022 às 10h57
Por: Redação Fonte: SES-AM
Compartilhe:
FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM
FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM

Nesta quinta-feira (19/05) se celebra o Dia Nacional e Mundial de Doação de Leite Humano, data escolhida para conscientizar sobre a importância da doação e incentivar mães a se tornarem doadoras. O Amazonas possui uma das maiores redes de leite materno do país. São três Bancos de Leite Humano (BLHs), coordenados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), que realizam a coleta, processamento e distribuição do alimento materno para bebês prematuros internados em maternidades da rede pública de saúde.

 

Coleta domiciliar da doação de leite materno

Mãe de dois filhos, Anne Caroline de Lima, de 33 anos, é doadora do BLH da Galiléia, localizado na Maternidade Azilda Marreiro, desde fevereiro deste ano. Ela já doou 10 litros de leite e relembrou a motivação e o processo para se tornar doadora. 

“Quando o Pedro nasceu, eu já amamentava meu filho mais velho e a minha produção de leite era muito grande. O meu filho mais velho voltou para escola e minha produção de leite continuou grande. Foi quando eu comentei com uma amiga, que já era doadora, e ela falou que a maternidade estava precisando bastante e me passou o contato”, explicou.

O leite doado é pasteurizado e submetido a rigoroso controle de qualidade, no BLH, antes de ser disponibilizado aos bebês prematuros. O alimento materno é essencial para a recuperação e o desenvolvimento desses recém-nascidos.

 

“O que me motiva é saber que esse leite vai principalmente para crianças prematuras, que nasceram com baixo peso e estão precisando só ganhar peso para ir para casa. Eu, com filhos saudáveis, me coloco no lugar dessa mãe que está só esperando o filho ganhar peso para estar com a família toda em casa. É o que me motiva, saber que eu ajudo alguma família de alguma forma”, afirmou a mãe.

A doadora ressaltou a facilidade em fazer a doação e a disponibilização de orientações, materiais (frascos, EPIs e etiquetas de identificação) e da coleta em domicílio pela equipe do BLH.

“Toda segunda-feira, eles vêm recolher o leite, recolhem e já me deixam frascos novos para recolher durante a semana. Não só o frasco como todo material. Como doadoras, o único trabalho é só extrair mesmo o leite, porque a logística é toda feita com a maternidade. Tem o grupo da maternidade, para o qual a gente doa, onde a gente informa a disponibilidade de leite, se conseguiu fazer a extração para doação ou não, e elas tiram todas as dúvidas sobre a extração de leite, amamentação e qualquer dificuldade que alguma mãe esteja ao amamentar”, explicou.

 

Anne Caroline de Lima, doadora do Banco de Leite Humano da Galileia

Anne destacou a importância do diálogo e do contato entre as mães para divulgar e incentivar a doação. Ela fez um apelo a outras mães. “A minha amiga que me indicou já estava quase não doando mais. Aí, como ela falou, colocou uma pessoa para ficar no lugar dela. Se você é mãe ou conhece alguma mãe que esteja amamentando, que você possa fazer a divulgação dessa campanha de doação, porque ela é muito importante”, disse.

Doação – Toda mãe com excedente na produção de leite é uma potencial doadora. De janeiro a abril deste ano, 310 mães fizeram doação para os três BLH, que reúnem 22 postos de coleta na capital e no interior.

Para doar, basta entrar em contato com qualquer um dos Bancos de Leite e obter todas as orientações: BLH da Galileia, nos números (92) 3643-5523 e 99170-5783; BLH da Maternidade Ana Braga, no (92) 3647-4235; e o BLH Fesinha Anzoategui, na Maternidade Balbina Mestrinho, no (92) 99339-0130.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias