Quarta, 01 de Dezembro de 2021
31°

Pancada de chuva

Barreirinha - AM

Tecnologia Amazonas

Em parceria com a Aeronáutica, Secretaria de Educação inaugura laboratório de informática em escola estadual de Manaus

23/10/2021 às 22h00
Por: Redação Fonte: Secom Amazonas
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Na ocasião, foram homenageados os alunos medalhistas da OBMEP e o ex-gestor da unidade

A Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro, localizada na zona sul de Manaus, ganhou, neste sábado (23/10), um novo espaço para apoiar as atividades pedagógicas. Fruto de parceria entre a Secretaria de Educação e Força Aérea Brasileira, por meio do Comando Aéreo Amazônico, a unidade inaugurou o novo Laboratório de Informática da instituição. O espaço foi mobiliado e adequado para os 1.150 estudantes da instituição.

A unidade é gerida por meio de cooperação entre o Comando Aéreo Amazônico e a Secretaria de Educação. Neste sábado (23/10), também foi assinado um Termo Aditivo de Convênio para prolongar a parceria entre as instituições e atualizar as cláusulas do convênio.

“Eu só posso parabenizar e me colocar à disposição, para que a gente possa avançar e que a qualidade da educação cada vez mais se aprimore. Estar à frente da Secretaria de Educação é uma satisfação, por saber que só existe um caminho, que é a educação”, afirmou Kuka Chaves, titular da pasta.

O gestor da unidade, Marcos Vinicius Meirelles, destaca que o laboratório de informática é fruto da parceria com o Comando Aéreo Amazônico.

“O laboratório de informática funciona o dia todo, praticamente. Aqui, os alunos podem estudar, o professor pode solicitar pesquisas, orientá-los a virem para cá, usarem no contraturno, porque oferecemos preparatórios para as olimpíadas escolares. Hoje também homenageamos o Marcos Alvim, que é um ícone aqui da escola, passou 20 anos aqui e hoje é um marco histórico para nós”, enfatiza Meirelles.

Reconhecimento – Durante o evento, foram premiados os estudantes com as melhores notas na 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A iniciativa foi criada em 2005 para estimular o estudo da matemática e identificar talentos na área.

O incentivo da escola para a participação em atividades como as olimpíadas é constante.

O professor de Matemática, suboficial Alexandre Duarte, diz que a escola já tem tradição em premiações. “O aluno que traz a medalha se destacou nacionalmente, concorreu com alunos do Ceará, de São Paulo. Aqui, nós temos a preparação com aulas específicas, metodologia diferente, porque ele não tem que resolver uma equação, mas entender e resolver o problema. Todos os anos temos medalhistas, menções honrosas e vamos em busca de mais”, frisa.

Para João Pedro Barbosa, medalha de ouro nas duas últimas OBMEPs, a preparação e as olimpíadas fizeram diferença em sua formação.

“O conhecimento que obtive nas olimpíadas exigia um pouco mais do que em sala de aula, então acabei adquirindo um conhecimento acima da média e pude me sair bem nos vestibulares”, conta o jovem, que hoje cursa o 4° período de Engenharia no Instituto Federal do Amazonas (IFAM).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias