Segunda, 27 de Setembro de 2021
28°

Poucas nuvens

Barreirinha - AM

Saúde Amazonas

Governo do Amazonas reforça tenda do RespirAR com técnicos em enfermagem para atendimento na Ponta Negra

Técnicos do projeto realizarão orientações sobre o programa e oferecerão assistência profissional para quem pratica atividades físicas.

12/09/2021 às 13h10
Por: Redação Fonte: Secom Amazonas
Compartilhe:
Base itinerante do programa funciona todos os finais de semana no local - FOTO: Divulgação/Faar
Base itinerante do programa funciona todos os finais de semana no local - FOTO: Divulgação/Faar

O Governo do Amazonas reforçou a equipe da tenda do projeto RespirAR, espaço que presta atendimento aos fins de semana no Complexo Turístico da Ponta Negra, zona oeste de Manaus. A partir desse sábado (11), técnicos em enfermagem do projeto realizaram orientações sobre o programa e ofereceram assistência profissional para quem pratica atividades físicas no lugar.

“Os técnicos de enfermagem somam-se aos profissionais de educação física na tenda itinerante do RespirAR. Isso contribui muito com o objetivo do espaço de promover o cuidado com a saúde e a qualidade de vida através de atendimentos especializados”, aponta o coordenador do RespirAR, Neibe Araújo.

A técnica em enfermagem do projeto, Suelen Leal, que durante a semana atende no Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, na zona oeste de Manaus, enfatiza a importância da nova atuação na tenda. “Nossa ação é executar a aferição de pressão, abordagem técnica sobre o projeto e também dar recomendações clínicas sobre o estado de saúde do público atendido”, destacou.

Com problemas físicos após a Covid-19, Carolina Miranda, 63 anos, conheceu o RespirAR após visita à tenda estratégica, onde foi inserida no projeto para receber sessões de fisioterapia. “Eu estou apostando que vai dar tudo certo aqui no projeto. Vai melhorar minha caminhada. Meu estado espiritual também. Eu vou ficar bem”, enfatiza a aposentada que será atendida no Centro de Convivência Estadual do Idoso (CECI).

Na tenda, o profissional técnico em enfermagem realiza a triagem inicial das pessoas acometidas pela Covid-19 que buscam acessar o programa de reabilitação. “Muitas pessoas foram afetadas pela Covid na fala, na respiração, em andar. Então, a gente passa todo um roteiro do RespirAR, sobre como acessar o projeto e conseguir a reabilitação total depois do vírus. É uma grande alegria em poder ajudar”, completa Suelen Leal.

Esbanjando saúde durante caminhada na Ponta Negra, Antonia Francisca, 70 anos, aferiu a pressão, recebeu dicas de saúde e realizou exercícios físicos com o auxílio dos profissionais. “Maravilha. Minhas costas estavam doendo, mas os alongamentos já melhoraram. Ajudou muito. Melhorou até meu cansaço”, disse a dona de casa.

Em ação há um mês no complexo turístico, a base itinerante do programa funciona todos os finais de semana, aos sábados, das 7h às 11h, e das 15h às 19h, e aos domingos, das 7h às 11h. O intuito é que outros pontos da cidade também recebam tendas itinerantes.

RespirAR

O projeto, que foi iniciado na Vila Olímpica de Manaus e já recuperou mais de 200 pessoas, foi ampliado pelo governador Wilson Lima em agosto deste ano. Com o RespirAR, as pessoas que tiveram sequelas pós-Covid-19 têm acesso à reabilitação cardiopulmonar e física, por meio de sessões de fisioterapia e prática orientada de exercícios físicos. 

O RespirAR funciona de forma intersetorial e envolve a as secretarias de Estado de Saúde (SES-AM) e de Estado de Assistência Social (Seas), a Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), e a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias